Calculadora Indireta

A

calculadora abaixo fornece a melhor estimativa para uma medida indireta. É baseada na diferença finita de 5 pontos centrais. O vídeo abaixo (Material de Apoio) mostra a ideia que levou à construção desta calculadora. Em caso de dúvida escreva citando a referência abaixo.

Calculadora Indireta, Ref.: 231125

Filofima  Laboratório
Calculadora Indireta, Ref.: 231125
 Título
 Medida(s)
 Grandeza

 Símbolo

 Estimativa

 Incerteza

 u.m.
 Expressão
 Símbolo / u.m.
 
 Função matemática (= lado direito)
   

Observações

  • Medida(s)
      Nome → nome da medida, p.e., massa, gravidade etc.
      Símbolo → símbolo para a medida que será usada pela fórmula, p.e., m, g etc. Não usar espaços.
      Estimativa, Incerteza e u.m. (unidade de medida) → são os componentes da melhor estimativa.
    Estimativa e Incerteza aceitam notação científica da forma xEy, onde x é a mantissa e y é a potência. Mas não aceitam operações matemáticas.
    Unidade de Medida (u.m.) tem restrição apenas com relação às funções trigonométricas, ou seja, para usar ângulos em graus deve digitar “grau” na coluna u.m., do contrário será tratado como radiano. Se a medida não tiver unidade de medida (adimensional), digitar “--”. Não usar espaços.
  • Expressão
      Símbolo / u.m. → símbolo da grandeza física barra unidade de medida, p.e., m/kg, v/(m/s), Fres/N etc.
      Função matemática → expressão matemática que usa os símbolos declarados; ou o lado direito de uma fórmula matemática.
  • Funções trigonométricas operam com argumentos em graus (um símbolo ou número e unidade de medida declarada em graus) ou em radianos (unidade de medida ou cálculos no argumento). Por exemplo, [x] = ° (ou grau) e sen(x); x é tratado como ângulo em graus; se sen(x*180/π), há cálculo no argumento e o mesmo será tratado como ângulo em radianos.
  • Funções trigonométricas inversas fornecem resultados em radianos. Se for necessário resposta em graus usar conversão, p.e., asen(x)*180/π.
  • Abaixo as principais operações e funções matemáticas.
Básico
Operação Digitar Observação
x + y x + y adição
xy xy subtração
x × y x * y multiplicação
x ÷ y x / y divisão
√(x) raiz(x) raiz quadrada
x y pot(x ; y) potência
x y/z pot(x ; y/z)  
ex exp(x) exponencial natural
x × 10y x E y potência de 10
ln(x) ln(x) ou log(x) logaritmo natural
log10(x) log10(x) base 10
abs(x) abs(x) módulo
x ! fato(x) fatorial, x ∈ ℤ

Funções Trigonométricas
Operação Digitar Observação
π pi  
sen(x) sen(x) seno
cos(x) cos(x) cosseno
tan(x) tan(x) tangente
csc(x) 1/sen(x) cossecante
sec(x) 1/cos(x) secante
cot(x) 1/tan(x) cotangente
sen–1(x) asen(x) arco seno
cos–1(x) acos(x) arco coseno
tan–1(x) atan(x) arco tangente
csc–1(x) asen(1/x) arco cossecante
sec–1(x) acos(1/x) arco secante
cot–1(x) pi/2 – atan(x) arco cotangente

Funções Hiperbólicas
Operação Digitar Observação
senh(x) senh(x) hiperbólico
cosh(x) cosh(x)  
tanh(x) tanh(x)  
csch(x) 1/senh(x)
sech(x) 1/cosh(x)
coth(x) 1/tanh(x)
senh–1(x) asenh(x) arco hiperbólico
cosh–1(x) acosh(x)  
tanh–1(x) atanh(x)  

MATERIAL DE APOIO

Diferença finita

O vídeo mostra a teoria que serviu de referência para a construção da Calculadora Medida Indireta

Referências

  1. Gordon L. Squires. Practical Physics. 4th ed. United Kingdom: Cambridge, 2001.
  2. John R. Taylor. An Introduction to Error Analysis: the study of uncertainteies in physical measurementes. 2nd ed. New York: University Science Books, 1997.
  3. Ifan G. Hughes and Thomas P. A. Hase. Measurements and their Uncertainties: a pratical guide to modern error analysis. New York: Oxford. 2010.
  4. E. Joseph BILLO. Excel for Scientists and Engineers: Numerical Methods. New York: John Wiley & Sons, 2007.